Flash de Notícias

Siga o CUB no Twitter também.
      

 
powered_by.png, 1 kB
Home arrow Avistamentos arrow Avistamento de OVNI em São Paulo perto do Pico do Jaraguá
Avistamento de OVNI em São Paulo perto do Pico do Jaraguá PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
15 de março de 2008

Pico do Jaraguá - São Paulo

TESTEMUNHA: Não quer se identificar

DATA: 3 de Março de 2008

HORA: aproximadamente às 21h40min

LOCAL: cobertura aonde o observador reside.

POSIÇÃO: S23 37.004 W46 44.288

CONDIÇÃO CLIMATICA:

Vento leve, céu completamente limpo sem nenhuma nuvem. Visibilidade excelente de mais de 20 quilômetros, era possível enxergar com boa "definição" o pico do Jaraguá e algumas montanhas quase a Oeste que acredito estarem perto da Rodovia Castelo Branco, tais pontos de referencia encontram-se a aproximadamente 20 quilômetros.

DIREÇÃO DO AVISTAMENTO:

Inicialmente na posição oeste aonde o sol se põe e continuou passando pelo pico do Jaraguá até direção nordeste aonde sumiu.

TRAJETÓRIA:

Trajetória aparentemente retilínea originada do oeste seguindo para leste, aproximadamente 30 graus do horizonte, sem aceleração ou desaceleração aparente, sem ganho ou perda de altitude aparente.

FORMA E CARACTERISTICAS VISUAIS:

Formato em V (não triangular, não parecia estar ligado na base), apresentava luz muito sutil como à de um satélite apenas no começo do avistamento, depois apagou e ficou "camuflado" com o fundo escuro do céu, tinha aspecto acinzentado, muito sutil, visível apenas a olho treinado, em dado momento parecia se comportar como uma distorção visual poderia ser uma camuflagem, pois tinha "manchas".

BACKGROUND DO OBSERVADOR:

Desde criança sempre tive grande interesse em OVNIS e inteligência extraterrestre, sempre acreditei nisso por intuição ou por especulação, afinal como pode tantas pessoas podem observar uma mentira? Sempre alimentei a esperança e a vontade de ver um objeto voador extraterrestre por curiosidade, mas mais importante para ter a absoluta certeza de que existem, no entanto, não me considero ufólogo, nem um ávido leitor, nem assino a revista UFO e nem compro ela ou qualquer outra publicação, raramente pesquiso na internet, em resumo: acredito em vida extraterrestre inteligente, mas isso esta longe de ser algo que faça parte da minha vida

cotidiana ou minha mente de forma constante. Além disso, sempre acreditei que para que a ufologia tenha credito que seja necessário separar sempre com muito cuidado o joio do trigo, sempre ser muito exigente na hora de analisar casos e em minha vida pessoal já tive diversos avistamentos, mas todos conseguiam encontrar uma explicação plausível para que não fosse um objeto voador extraterrestre, também resumindo: não me deixo enganar com facilidade, não sou um apaixonado que vê em qualquer nuvem ou luzinha dos céus um OVNI.

NARRATIVA:

Aproximadamente às 21h40min enquanto conversava ao telefone com minha ex-mulher esquadrinhava os céus como um costume que trago de minha infância, procurando por qualquer coisa interessante como aviões, estrelas, satélites (meio difícil em SP), estrelas cadentes e de forma bem "desencanada" OVNIS.

Durante nossa conversa que fluía tranquilamente, avistei uma luz bem sutil, como de uma estrela fraca, nada sequer perto de uma luz de aeronave. Ela se movia de forma rápida com a velocidade pouco superior aos aviões (entenda que as comparações aqui são todas feitas com avistamentos de aeronaves que estão em aproximação ou no circuito de pouso para o aeroporto de Congonhas), permitindo assim que eu a observasse.

Após alguns segundos, a luz se foi e pude perceber que algo estava "estranho" parecia em um primeiro momento uma nuvem em formação. Essa forma "piscou" umas duas vezes antes de manter-se "acesa", na verdade ela não acendeu nada, a impressão que me da é que ela possuía uma superfície reflexiva e ao se aproximar da cidade as luzes da própria cidade refletiram em ângulo para mim, talvez, uma mudança de curso ou a passagem por uma área

sem luzes tenha causado o tal "piscar".

A nuvem voava muito rápida e não se desfez ou se deformou logo aquilo me lembrou a cena de um projétil filmado ou fotografado em altíssima velocidade com uma forma e distorções visuais no ar em ângulo, foi neste momento que percebi que se tratava de um objeto sólido e aparentemente muito grande ou muito perto (novamente comparado a um avião), enquanto ele cruzava os céus acredito de oeste a leste sem mudar a rota, fui ficando mais e mais inquieto com a falta de possibilidade de ser uma aeronave.

Note que a aeronave surgiu nas proximidades de três estrelas que acredito serem as Três Marias bem próximo de onde o sol se põe atualmente, notei também que a envergadura da asa era pouco menor que as três Marias, a trajetória pareceu retilínea passando por duas estrelas razoavelmente brilhantes e finalmente passando por duas estrelas em conjunto (uma a cima da outra) também relativamente brilhantes e continuou no mesmo curso. Esticando o braço ao horizonte e abrindo a mão seria aproximadamente uma mão completa do horizonte até a trajetória, calculo aproximadamente uns 30 graus de ângulo.

O formato era cada vez mais visível à medida que ficava perpendicular ao meu apartamento, o formato era de um V deitado com a ponta na direção que voava, arrisco a dizer que não era um triangulo, mas sim um verdadeiro V, pois não vi ligação na base das duas pontas e parecia ser "vazado". Se existe alguma aeronave parecida seria o B-52 (não o B-2 que tem forma em delta), o ângulo era pouco maior que 45 graus de cada lado.

NÃO HAVIA FUSELAGEM.

Não apresentava som.

Não apresentava qualquer tipo de ponto de luz, mas apenas aquela que eu acredito ser o reflexo da luz natural em sua superfície.

Estava quase completamente camuflado com o céu. Sua silhueta era muito sutil e mal dava para perceber.

Em dado momento já muito nervoso e quase certo do que estava presenciando fui correndo pegar o binóculo, quando voltei já não o via mais, mas insistentemente usei o binóculo e por muita sorte consegui vê-lo por mais alguns poucos segundos quando se fundiu completamente com o céu. O V havia "deitado", mas continuava enorme no meu campo de visão, havia "manchas" em sua forma como se fosse uma camuflagem. Em segundos desapareceu. Agora penso que faz sentido a teoria do reflexo, as "manchas" seriam as luzes refletidas movendo-se em grande velocidade pela "barriga" do OVNI então daria este efeito.

Adicionalmente, desejo relatar um acontecimento algumas horas depois do avistamento: aproximadamente às 23h30min quando falava com meu irmão sobre o prévio avistamento e ainda esquadrinhando os céus na esperança de uma segunda chance, percebi um total escurecimento das luzes da cidade por frações de segundo. Estranhamente não me lembro de ter visto o céu ficar escuro. Não sei dizer se isso foi biológico e ocorreu apenas comigo talvez até por stress da situação ou influência ou se realmente o mundo a minha frente apagou. Parece coisa de louco, mas agora eu que sempre fui cético para ser um bom analista, estou nesta situação.

PORQUE É UM OVNI?

O que me fez concluir que se trata de um OVNI e até uma nave alienígena são os fatos enumerados abaixo:

• Não apresentava fuselagem

• Apresentava tamanho muito maior que de um avião em condições típicas da região.

• Velocidade maior que de um avião em condições típicas da região.

• Não apresentava qualquer iluminação seja de bordo, seja de navegação.

• Não apresentava qualquer barulho enquanto outras aeronaves mesmo ao longe podem ser facilmente ouvidas.

• Possuía formato no mínimo estranho

• Suspeito que possua camuflagem

• Se fosse avião estava provavelmente voando perpendicular ao solo, ou seja, com uma asa para baixo e outra para cima o que é uma manobra bastante bruta para qualquer aeronave comum e para complicar manteve esta atitude durante todo o vôo até quase o final. Este tipo atitude mesmo em aeronaves de alto desempenho como jatos militares tem como conseqüência a perda de velocidade e, portanto não pode ser mantida por muito tempo o que definitivamente não foi o caso.

• Era extremamente sutil e mal se percebia.

Poderia ser um avião civil? Pode mas acho muito difícil, sua atitude, tamanho, falta de som, são extremamente intrigantes. A falta de iluminação poderia ser fruto de um problema serio, mas é plausível. A fuselagem poderia ter passado despercebida por mim o que acho difícil, pois examinei com muito cuidado o que vi. A falta de som é estranhíssima, como que aeronaves bem menores fazem barulho o suficiente para serem facilmente notadas e esta não fez nenhuma? Considerando uma aeronave do mesmo porte das que passam por aqui então: se estivesse longe demais para ser ouvida então sua silhueta deveria ser menor ainda que um avião comum e teria passado completamente despercebido, se estivesse na mesma distancia sua silhueta seria bem menor do que o que vi e ouviria o barulho, se estivesse bem mais perto para que sua silhueta parecesse quatro vezes maior (como visualizei) que os outros aviões do mesmo porte o barulho seria ensurdecedor.

Poderia ser avião militar / secreto, mas feito pelo homem? Sim, mas nunca se quer vi qualquer coisa que me lembrasse. E mesmo assim, que interesse teria as superpotências de passar com suas maquinas secretas por aqui? Talvez em caminho a outro continente? Qual que justificaria uma rota pelo hemisfério sul? Acho muito improvável por isso acredito que o que vi foi uma aeronave alienígena (note que nem chamo mais de OVNI porque essa sigla é para quando existe duvidas.

Outro detalhe interessante é que todas as aeronaves em vôo no meu campo de visão passam seguindo um fluxo em direção Norte/Noroeste ou inverso, isso se da porque este é o circuito oficial de pouso para o aeroporto de congonhas, a menos que a aeronave voe a altitudes muito altas ou em vôo por regra visual (normalmente helicópteros a baixas altitudes e de dia) o resto segue praticamente sempre esta direção o que é completamente perpendicular a rota usada pelo OVNI.

CONSIDERAÇÃO:

Depois do ocorrido fiquei pensando em algo que me deixa um tanto preocupado, o procedimento de desligar uma luz que vi inicialmente quando o OVNI estava entrando em um perímetro urbano mais denso. Será que a ação foi feita intencionalmente com este objetivo?

FINAL:

Estou disponível para discutir o tema, tirar duvidas e autorizo a distribuição deste documento desde que meu nome seja omitido. Minha escolha por omitir o nome é porque não tenho intuito algum de buscar qualquer tipo de publicidade ou "fama" para mim, como fazem algumas pessoas com interesses duvidosos, prefiro que isso seja considerado como um ponto de boa fé e "desinteresse". Acredito que se as pessoas certas souberem quem sou isso basta. Para todo o resto não acredito que seja necessário que me conheçam.

Infelizmente não pude fazer qualquer imagem, entendo que isso é de certa forma triste, mas tentei compensar com o máximo de informações que pude analisar durante e após o avistamento.

Última Atualização ( 15 de março de 2008 )
 
< Anterior   Próximo >
(C) 2014 CUB • CENTRO DE UFOLOGIA BRASILEIRO
Joomla! é um software livre liberado sob a licença GNU/GPL.